Você está em Troféu Jacob Renner > Regulamento

Regulamento

TROFÉU JACOB RENNER
EMPRESÁRIO DESTAQUE ACI MONTENEGRO/PARECI NOVO
3ª EDIÇÃO

REGULAMENTO GERAL

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E DE SERVIÇOS DE MONTENEGRO/PARECI NOVO

CLÁUSULA PRIMEIRA – DOS OBJETIVOS
Artigo 1º – Constitui o principal objetivo do evento é premiar o empresário ou empresária, proprietário(a) ou sócio(a), gestor(a) ou executivo(a) de empresa micro, pequena, média ou grande, ou presidente de entidades e clubes, associados à ACI há mais de um (1) ano, que se destaque na comunidade pelo desempenho empresarial, por ações de liderança e participação comunitária e que, pelo seu exemplo, contribua para estimular e elevar o desenvolvimento e a representatividade da classe empresarial de Montenegro, Pareci Novo e região.

CLÁUSULA SEGUNDA – DOS PRÉ-REQUISITOS
Artigo 1º – Os candidatos indicados deverão obrigatoriamente preencher os pré-requisitos abaixo discriminados, sob pena de exclusão de seu nome da lista de indicados e nulidade, no ato do escrutínio, dos votos que tenham auferido para o evento.

Parágrafo único: os candidatos serão indicados por associados, sendo permitida uma única indicação por associado.
Artigo 2º – Na indicação do homenageado, deverão ser observados os seguintes critérios:

Parágrafo 1º – Espírito Empreendedor: Caracterizado pela visão de mercado, pela
diversificação de suas atividades e pelo investimento nos seus negócios, observando-se, entre outros fatores, a ampliação gradual do seu empreendimento, independentemente do tamanho de sua empresa.
Parágrafo 2º – Arrojo nas Iniciativas: Caracterizado pela sólida determinação e coragem nas suas ações empresariais, pela constância com que persegue os seus objetivos e pela capacidade de consecução de suas metas.
Parágrafo 3º – Liderança: Característica que lhe confere destaque em sua empresa, em sua classe e em outros setores, em decorrência de seu poder de comando, de sua inteligência e de sua capacidade de estimular a participação voluntária e efetiva de seus liderados.
Parágrafo 4º – Probidade: Caracterizada pela integridade e honradez de sua conduta, pela respeitabilidade de seu nome, bem como pelo elevado conceito público de sua empresa e pela equidade de seus princípios morais e éticos.
Parágrafo 5º – Justiça: Caracterizada pelo equilíbrio, exatidão e conformidade de sua conduta com relação aos seus subordinados, clientes e fornecedores, sendo imparcial em seus julgamentos e legítimo em seus atos.
Parágrafo 6º – Inovação Tecnológica ou Administrativa: Caracterizada pela busca e aplicação de novos equipamentos e sistemas, modernas técnicas gerenciais e administrativas, bem como o investimento na pesquisa de novos produtos e mercados e no aperfeiçoamento e capacitação de recursos humanos.
Parágrafo 7º – Participação Comunitária: Caracterizada pela sua efetiva participação
comunitária, em entidades de classe, movimentos, clubes, associações, sindicatos,
organizações sociais e agremiações, que pela sua atuação resultem em benefícios para a comunidade de um modo geral ou específico.
Parágrafo 8º – Responsabilidade Social: Caracterizada pela forma de conduzir os negócios da empresa de tal forma que a torna parceira e corresponsável pelo desenvolvimento social, mediante investimentos sociais com objetivos claros a serem alcançados, elaborando e implementando projetos, monitorando seus impactos e avaliando constantemente a ação desenvolvida.
Artigo 2º – Os candidatos deverão estar com as obrigações em dia com a tesouraria da
Entidade.

CLÁUSULA TERCEIRA – DA SISTEMÁTICA
Artigo 1º – O “Troféu Jacob Renner” tem caráter honorífico, sendo que os empresários
agraciados não poderão ser votados novamente nas edições posteriores, bem como o
Presidente da Entidade e os membros da Comissão Organizadora.
Artigo 2º – O levantamento das sugestões de nomes para receber o “Troféu Jacob Renner”, através de voto direto, envolve o quadro de associados da ACI, entre os proprietários, sócios ou acionistas, gestores, executivos ou presidente, das empresa/entidades/clubes associados cujo titular foi indicado à entidade.
Artigo 3º – A pesquisa será realizada em duas etapas, através do sufrágio universal, cabendo em cada uma o direito de um (1) voto pelos associados em dia com suas obrigações sociais.
Artigo 4º – A PRIMEIRA ETAPA de votação via formulário no “google docs” ocorrerá
de 04/09/2017 até 17/09/2017, quando cada associado realizará votação em conformidade com os critérios contidos neste regulamento.
Parágrafo Primeiro: No dia 18/09/2017 a Comissão Organizadora se reunirá na sede da ACI para apuração dos votos, levantando lista dos três (3) associados mais votados e  lavrando ata  correspondente. A composição dessa lista tríplice só será revelada no dia 19/09/2017, em coletiva de imprensa.
Parágrafo Segundo: O processo será auditado pelos Auditores Independentes Interno, Dr. Sepé Tiarajú Rigon de Campos, Presidente da OAB sub-seção de Montenegro, e pelo Sr. Jorge Fernando Camara Ferla, delegado suplente do CRC/RS em Montenegro.
Artigo 5º – A SEGUNDA ETAPA está programada para o dia 19/10/2017 – em solenidade festiva organizada pela ACI e será cumprida da seguinte forma:
1. cada associado presente à solenidade assinará lista de votação e receberá uma cédula;

  1. durante a solenidade serão anunciados, EM ORDEM ALFABÉTICA, os três (3)
    empresários mais votados na primeira etapa, iniciando-se logo em seguida a votação
    da segunda e última etapa;
    3. encerrada a votação, será realizada a apuração dos votos através de Comissão Organizadora, acompanhada dos Auditores Independentes Interno, Dr. Sepe Tiaraju
    Rigon de Campos e Sr. Jorge Fernando Camara Ferla.
    4. o nome do escolhido para Empresário do Ano 2017 será anunciado logo em seguida com a entrega do “Troféu Jacob Renner”, sem a revelação da pontuação obtida.
    Artigo 6º – A organização do evento é de responsabilidade da Diretoria Executiva, que
    nomeará uma Comissão Organizadora, a quem outorgam-se amplos poderes, observado estritamente este Regulamento Geral, inclusive com o poder de excluir, suprimir e anular votos outorgados a indicados que não preencham os pré-requisitos aqui expressos.
    Artigo 7º – A escolha do “Empresário do Ano” envolverá ampla divulgação.
    Artigo 8º – O resultado da votação e do resultado da escolha na segunda etapa permanecerão em arquivo lacrado por oito (8) dias após a data da solenidade de divulgação do resultado, sendo que transcorrido este prazo serão destruídas, juntamente com a ata de votação.
    Artigo 9º – Em caso de empate, a Comissão Organizadora define como critério de desempate a data de nascimento, ou seja, o empresário mais velho será declarado “Empresário do Ano”. Ainda assim, persistindo o empate, será declarado “Empresário do Ano” aquele que tiver mais tempo de filiação junto à ACI.
    Artigo 10º – A Diretoria Executiva da ACI promoverá a valorização institucional do “Empresário do Ano 2017” através das seguintes ações:
    1. publicação de matéria especial sobre a vida do homenageado e sua empresa no Cenário Empresarial, boletim informativo da ACI;
    2. elaboração e distribuição de material jornalístico aos meios de comunicação de
    Montenegro.

Este Regulamento Geral foi aprovado por unanimidade pelo Presidente da ACI e pelos demais membros da Comissão Organizadora do evento, a quem também cabe decidir os casos omissos.

Montenegro, 21 de agosto de 2017

WALDIR JOÃO KLEBER
PRESIDENTE