Compras Públicas na Era Digital é realizada no Espaço Braskem

Na manhã desta quarta-feira, dia 7, o evento Compras Públicas na Era Digital foi realizado no Espaço Braskem, Estação da Cultura. A iniciativa contou com a organização da Prefeitura Municipal de Montenegro e apoio da ACI Montenegro/Pareci Novo e Associação dos Contabilistas de Montenegro.
O objetivo principal é incentivar empreendedores locais a participarem dos processos licitatórios municipais, fazendo com que os investimentos circulem dentro do município e fomentem o crescimento econômico da cidade e individualmente.
O Secretário de Administração Municipal, Edar Borges Machado, conduziu boa parte do evento, acompanhado do prefeito Kadu e das responsáveis pela pasta de Licitações e Compras, Andréa Rockenbach e Márcia Kochenborger de Araújo. A representante da Associação dos Contabilistas, Marilene Maron, também contribuiu com sua fala. O presidente da ACI, Karl Kindel destacou a importância da proposta.

Proposta para criação de Núcleo Gastronômico é apresentada

Nesta semana, a proposta de trabalho para criação do Núcleo de Gastronomia de Montenegro foi apresentada na ACI. A iniciativa tem a entidade como organizadora, o Sebrae e a Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo como apoiadores.

Estiveram presentes, além de representantes de estabelecimentos locais, a secretária de Indústria e Comércio de Montenegro, Cristiane Gehrke, e a diretora de Turismo, Michele Martins Nunes. 

De acordo com o presidente da ACI, Karl Heinz Kindel, através do grupo é possível convergir interesses e trabalhar demandas coletivas, que beneficiem, também, individualmente.

O novo núcleo propõe unir empreendedores do mesmo segmento para troca de experiências. A motivação é fomentar o desenvolvimento gastronômico local, promover ações conjuntas para incentivar o crescimento do setor, além de trabalhar com a identidade da gastronomia na região. Entre o plano de ação previsto está a qualificação de mão de obra e cursos para gestores.

A ACI mediará ações do Núcleo Gastronômico, fundamentada no Programa Empreender. A estratégia aproxima empresários em busca de objetivos em comum, além de melhoria de gestão e desempenho.  Assim que iniciarem as atividades, com no mínimo 8 participantes, a frequência das reuniões será definida, assim como demais pontos serão alinhados.

ExpoACI chega à 6ª edição com novidades

 

Nesta sexta-feira, dia 12, aconteceu o Café de Lançamento da ExpoACI, na sede da entidade. O público-alvo do evento, que marcou o início da comercialização de espaços, foram expositores participantes na edição anterior, em 2018, que tiveram prioridade na escolha. Em sua 6ª edição, a Feira chega com novidades: maior utilização do espaço da Praça Rui Barbosa, transferência da data para outubro, dias 24 e 25, antecipação da Rodada de Negócios para uma semana antes e nova empresa montadora de estandes, a Colombo Estruturas para Eventos. A Colombo trabalha há 10 anos no setor, planejando, desenvolvendo, construindo e montando estruturas. No currículo, eventos como o Festival de Cinema de Gramado, em duas oportunidades, e a Expoagas.

“Já estamos no sexto ano de realização. E em 2019 daremos um passo a mais, com utilização integral da Praça. A ACI se abriu para a comunidade, e com os novos Núcleos queremos ampliar ainda mais essa participação”, destaca o presidente da ACI Karl Heinz Kindel.

Também na Praça, onde um helicóptero foi exposto em sua área central em 2018, haverá uma nova atração ainda não revelada. Outro destaque são as novas regras e prazos para montagem dos estandes. Com 7 dias de locação do Clube, dois deles são destinados à organização por parte da empresa Colombo e dois para que os próprios expositores possam se organizar.

Antes da ExpoACI, também ocorrerá um happy hour, ainda sem data confirmada, com todos os empreendedores participantes, que receberão uma capacitação sobre a organização de estantes, divulgação e recepção de visitantes.

Palestra aborda vendas e aspectos do mercado, na ACI

Estar sempre atento às tendências do mercado e aos hábitos de consumo das pessoas foram as principais abordagens da palestra da professora Daniela Colussi, na ACI, na manhã desta quinta-feira. Com a temática “Vamos Juntos Impulsionar suas vendas: Realismo e Esperança”, Daniela, graduada em Comunicação Social, com pós em Marketing e mestrado em Estratégia Empresarial, e que atualmente leciona na Unisc, palestrou com sala cheia na sede da entidade. O evento, inciativa da campanha “Compra Premiada”, reuniu empresários participantes para capacitação.

Sob olhares atentos, a palestrante explicou aos participantes sobre o período de retração econômica e como isso afetou o poder de compra. “As despesas fixas foram priorizadas com a crise. E até quem tem dinheiro para investir achou mais prudente manter guardado, por conta do cenário de instabilidade”, explica.

Daniela afirmou que para 2019 a previsão econômica, pela 10ª vez consecutiva, é de redução das projeções de crescimento no PIB: de 1,97% para 1,49%. “Mas um bom vendedor, independentemente da situação, tem a capacidade de criar um ambiente favorável ao seu negócio. Muitas vezes é preciso se reinventar. Artistas como Anitta e Madonna, por exemplo, mantem-se no mercado por isso. E hoje, a classe C domina 50% do mercado consumidor. É preciso entender o que ela quer, suas necessidades”, relata.

Outro destaque importante, segundo a professora, é a comunicação com o cliente/consumidor. O processo é fundamental para o sucesso do empreendimento. “Exemplificando, comunicação não é o que você diz, mas o que os outros entendem. E muito além de captar um cliente, é preciso um diferencial para conseguir retê-lo nos dias atuais. Analisar o que vem sido produzido pelos concorrentes, entender os aspectos de mercado, a estrutura interna da empresa e o ambiente externo é essencial nesse processo”, pontua.

Mais de 1 tonelada de materiais recicláveis coletados hoje

Comunidade engajada, sucesso na coleta! O meio ambiente agradece!

Nesta quinta-feira pela manhã, dia 11, o Núcleo Socioambiental da ACI bateu recorde de recolhimento de resíduos recicláveis: mais de 1 tonelada! O projeto de coleta iniciou em novembro de 2018 e desde então mais de 11 toneladas já foram recolhidas.

O Núcleo realiza a arrecadação dos materiais semanalmente, na Praça Rui Barbosa, em troca da Eco Pila, moeda aceita em diversos estabelecimentos de Montenegro e Pareci Novo.

A Eco Pila passa a integrar empresas e moradores da cidade, promovendo consciência ambiental na população e mudando a realidade social.

The Best Mix Bazar acontece neste fim de semana

Edição anterior do The Best Mix Bazar

Falta menos de uma semana para a edição do “The Best Mix Bazar” 2019, evento realizado pelo Núcleo das Mulheres Empreendedoras da ACI Montenegro/Pareci Novo. O Bazar acontece nos dias 6 e 7 de abril, no Clube do Comércio. A abertura do evento será realizada no sábado, das 18h às 21h. No domingo, o público poderá comparecer a partir das 9h até as 17h. A entrada é gratuita.

Essa é a oportunidade da população adquirir produtos de qualidade com preços especiais. Também para empreendedores oferecem serviços e comercializarem mercadorias que não foram vendidas no período de liquida entre uma estação e outra. Durante o evento, os produtos serão vendidos com descontos atrativos e valores abaixo dos praticados. Em seu 4°ano de realização, o Bazar reúne diversos lojistas de diferentes segmentos de Montenegro e Pareci Novo.

E você, empreendedor da região que deseja participar, ainda dá tempo de se inscrever! Para maiores informações, as empresas interessadas devem entrar em contato com a ACI pelo e-mail  relacionamento@acimontenegro.org.br ou pelo fone 3057-4344 ou se cadastrarem pessoalmente.

Reunião-almoço é realizada com salão cheio no Riograndense

O Salão Branco do Clube Riograndense esteve repleto nesta quarta-feira, dia 27, em mais uma edição da reunião-almoço da ACI. Por volta das 13h30min houve o encerramento do evento. Sob o tema Perspectivas Econômicas, o palestrante convidado, Neori Abel, Diretor executivo do Sicredi Ouro Branco, apresentou dados de diversos setores da economia nacional e internacional. Prospecções sobre indústria, comércio, serviço e agronegócio tiveram destaque na fala do diretor.
“Mesmo vindo de um período de recessão, o cenário está positivo. Está tudo pronto para uma melhora econômica. Mas precisamos entender que sair de uma crise e começar com o crescimento não é tarefa fácil. É preciso estar muito atento, também, aos aspectos externos que influenciam diretamente no Brasil. A economia toda está conectada no mundo”, explica.
O presidente da ACI, Karl-Heinz Kindel explica que é costume iniciar o ano com uma avaliação financeira do momento. “E este ano, em função do resultado das eleições presidenciais e das promessas que elas trazem, essa avaliação parece ainda mais prudente e importante. Também para a classe produtiva ter uma orientação de onde ir e se deve ir”, completa.

Perspectivas econômicas é tema de reunião-almoço da ACI

Sob o tema Perspectivas Econômicas, a reunião-almoço da ACI será realizada no Salão
Branco do Clube Riograndense, no dia 27 de março, às 12h. O palestrante convidado é
o diretor executivo do Sicredi Ouro Branco, Neori Abel. Bacharel em Ciência Contábeis
e especialista em Gestão de Cooperativas de Crédito, Neori atua há 32 anos no sistema
financeiro. O valor de investimento para sócios que quiserem participar do evento é de
R$ 60,00. Não-sócios pagam R$ 120,00.

O palestrante adiantou alguns pontos que serão abordados na palestra. Confira:

ACI – Quais as perspectivas econômicas para 2019? Há uma recuperação da
economia?

Neori – Sim, a expectativa é de um crescimento maior em 2019 com relação ao ano de
2018, porém, um pouco mais modesto do que se esperava há alguns meses. Existem
fatores que influenciam diretamente nesta previsão positiva como, por exemplo, a
produção industrial e o desempenho do setor do agronegócio.

ACI – As eleições contribuíram de certa forma?
Neori – O novo governo renovou a esperança de “dias melhores” no país, a expectativa
agora é que isso se confirme em ações. Assim como a Reforma da Previdência é
bastante positiva, em função do potencial de economia naquele setor.

ACI – Outros pontos precisam ser alterados, como a questão fiscal?
Neori – Sem dúvidas, o governo deverá evidenciar esforço no ajuste fiscal, não apenas
na retomada de arrecadação, mas também a diminuição das despesas. A nível mundial,
observamos dados mais contundentes de desaceleração econômica, principalmente na Europa e na China.